Cuiaba (MT), 26 de outubro de 2020 - 07:53

Agronegócio

INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA 21/08/2020 10:47 Portal do Agronegócio

Leilão da Ferrogrão deve ocorrer no início de 2021

O marco da ferrovia acessa o coração da soja em Mato Grosso, em Sinop, e avança rumo ao Norte do País, paralelamente à rodovia BR-163, a Cuiabá-Santarém, até alcançar os portos fluviais de Miritituba, no Pará.

Os números amazônicos da Ferrogrão dão a dimensão do desafio financeiro. Só a construção da ferrovia é estimada R$ 8,4 bilhões, sem incluir trens e vagões. O prazo de concessão, em outros projetos fixado em 30 anos, está previsto para 69 anos.

 

O governo é hoje o responsável por fazer com que o projeto possa vingar. O DNA da Ferrogrão, no entanto, está impregnado de iniciativa privada. Os pais da criança são as "tradings", quatro gigantes da importação e exportação de commodities agrícolas, as "ABCD", como são conhecidas ADM, Bunge, Cargill e Dreyfus, além da Amaggi e DLP.

 

No início do mês, a Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos do Ministério da Infraestrutura resolveu testar o interesse dos investidores e enviou alguns convites para uma rodada de reuniões fechadas. Recebeu respostas para 22 agendamentos.

 

Para carimbar um selo ambiental no projeto, a Ferrogrão vai permitir a captação dos chamados green bonds e green loans, o dinheiro verde que, cada vez mais, tem pautado as transações de capital internacionais. A alternativa foi criada a partir de um convênio com a Climate Bond Initiative, em 2019.


Resumo Online

E-mail
Redação: redacaocopopular1@gmail.com

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo