Cuiaba (MT), 05 de dezembro de 2020 - 14:10

Política

REBATEU EMANUEL 19/11/2020 10:47 MIDIA NEWS

"Se tivesse vergonha na cara, não estaria tentando se reeleger"

"Se o prefeito do paletó tivesse vergonha na cara, ele iria para a casa, e não estaria tentando se reeleger". 

Foi assim que o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, rebateu o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que ironizou uma postagem feita pelo governador Mauro Mendes  (DEM), em suas redes sociais, nesta quarta-feira (18).

 

No post, Mendes escreveu: "Um inexperiente pode ser ajudado por muitos experientes. Já um corrupto só é ajudado por outros corruptos", escreveu, se referindo aos candidatos Abílio Júnior (Podemos) e Emanuel, que disputam o segundo turno na Capital.

 

É uma vergonha para todos nós, que moramos em Cuiabá, ter que conviver com a imagem do dinheiro caindo do paletó do senhor prefeito

O prefeito, então, ironizou: “Não visto a carapuça. Quando vi, entendi até que fosse uma briga ali entre ele [Mendes] e o chefe da Casa Civil por causa daquele servidor que foi flagrado recebendo propina e preso”.

 

Emanuel se referiu ao episódio em que o então secretário-adjunto de Administração Sistêmica, Wanderson de Jesus Nogueira, foi preso em flagrante, em 24 de setembro, por suspeita de corrupção passiva.

 

Na noite desta quarta-feira (18), Mauro Carvalho se posicionou sobre a polêmica. 

 

"Cada um que pague pelos seus erros e as imagens do paletó são contundentes. Quem vive em Cuiabá não merece uma vergonha dessa. E, depois de mais de três anos ele vem agora com essa descuplinha esfarrapada, que o dinheiro que ele enfiou no paletó era pagamento de pesquisa para o irmão... Chega a ser ridículo", disse.

 

"Constrangimento"

 

"Isso é totalmente ao contrário do que fizemos com Wanderson. Mesmo não tendo até hoje o relatório da CGE, e o Ministério Público não ouvindo o dono da empresa, nós tomamos as medidas urgentes que o caso exigiu, e na mesma hora exoneramos o servidor para que os fatos fossem apurados", explicou.

 

"Está clara a diferença do caso paletó. E depois de três anos o prefeito tem a coragem de constranger os cuiabanos com a sua candidatura. É uma vergonha para todos nós, que moramos em Cuiabá, ter que conviver com a imagem do dinheiro caindo do paletó do senhor prefeito", afirmou Carvalho.

 

"Quando viajo, e falo que sou de Cuiabá, imediatamente as pessoas lembram do caso do paletó, do prefeito enfiando maços de dinheiro no bolso. Isso é constrangedor e vergonhoso", disse. 


Resumo Online

E-mail
Redação: redacaocopopular1@gmail.com

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo