Cuiaba (MT), 18 de maio de 2022

Cidades

28/12/2021 20:50

Secretaria de Saúde orienta sobre Síndrome Gripal e vacinação contra a COVID

A Secretaria de Saúde de Várzea Grande informa que a campanha de vacinação contra a COVID-19 nas 15 Unidades Básicas de Saúde, vai até quinta-feira, dia 30 de dezembro, com horário de funcionamento das 8h às 11h e das 13h às 16h. Nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, não haverá pontos abertos para vacinação. A campanha retorna ao normal dia 03 de janeiro.

Segundo o secretário de Saúde, Gonçalo de Barros, a partir do dia 4 de janeiro de 2022, uma terça-feira, o Ginásio Poliesportivo Fiotão será reativado como ponto de vacinação e passará a ofertar a vacina contra a COVID todos os dias da semana, das 8h às 16 h.

"Vamos continuar vacinando nas Unidades Básicas de saúde e no Fiotão, que voltará a funcionar normalmente para vacinar a população, a partir do dia 4 de janeiro. Na mesma data, vamos desativar o ponto de vacinação que está atendendo atualmente na sede da Maçonaria no bairro Água Limpa", explicou o secretário.

Gonçalo de Barros também lembra que a campanha de vacinação contra a COVID no município ainda está focada em chamar a população para a segunda dose da vacina e para aqueles que não tomaram nenhuma dose. "A dose de reforço, ou a terceira dose, será aplicada depois de passados os quatro meses da segunda dose. Para a terceira dose é só comparecer aos pontos de vacinação, apresentar a carteirinha vacinal, que o imunizante será aplicado. Mas quem perdeu a carteirinha vacinal, é só mostrar um documento de identificação, que as equipes fazem a busca no cadastro nacional, e a vacina é aplicada", detalha.

Já para o público adolescente de 12 anos acima, que ainda não se vacinou, é necessário fazer o cadastro no site da Prefeitura de Várzea Grande. Quem não tiver acesso à internet pode comparecer a um dos pontos de vacinação, levar documento original com foto, comprovante de endereço, que o cadastro será feito na hora. "O que queremos é dar acesso a todos várzea-grandenses, dos grupos elencados pelo Ministério da Saúde, à vacina contra a COVID-19", reafirmou o secretário.

As 15 unidades exclusivas para a vacinação contra a COVID-19 no município são: os Centros de Saúde dos bairros Nossa Senhora da Guia, Cohab Cristo Rei; as Unidades Básicas de Saúde dos bairros Santa Isabel, Cabo Michel, Ouro Verde, São Mateus e Água Vermelha; as Clínicas de Atenção Primária dos bairros Jardim Glória, 24 de Dezembro; as Policlínicas de Atenção Primária do Cristo Rei, Parque do Lago, Marajoara e Aurília Curvo; e os Estratégia de Saúde da Família dos bairros Jardim Manaíra; Capão Grande; e, na Loja da Maçonaria no bairro Água Limpa.

Síndrome Gripal: Outro alerta importante, segundo a Superintendente de Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina de Moura, é o de que a vacina contra a COVID-19 não deve ser aplicada no mesmo dia que qualquer outra vacina, incluindo a da Gripe, e o intervalo entre elas deve ser de 14 dias. 

"Estamos enfrentando uma onda do vírus H3N2 em nosso município, uma vez que é muito fácil de ser transmitido entre pessoas por meio das gotículas liberadas no ar quando a pessoa gripada tosse ou espirra. Ele é um dos subtipos do vírus Influenza A, também conhecido como vírus do tipo A, um dos principais responsáveis pela gripe comum ou gripe A, e pelos resfriados. Para estes casos temos quatro Unidades de Atenção Primária que estão atendendo exclusivamente a população com a Síndrome Gripal. Estamos atentos a todas as ocorrências em saúde em nosso município e tomando as providências necessárias ao acesso no atendimento, tanto da COVID-19 como da Síndrome Gripal", pontua a Relva Cristina.

As unidades são: a Clínica de Atenção Primária do bairro Jardim Glória; a Clínica de Atenção Primária do bairro 24 de Dezembro; a Policlínica do Marajoara; e a Policlínica de Atenção Primária do Parque do Lago.

Sobre o vírus H3N2: assim como o subtipo H1N1 de Influenza, provoca os típicos sintomas de gripe, como dor de cabeça, febre e congestão nasal, sendo importante que a pessoa repouse e beba bastante líquidos para favorecer a eliminação do vírus do organismo. Além disso, a recomendação é procurar uma das quatro unidades exclusivas para o diagnóstico e tratamento da gripe, e seguir a orientação médica.

O público mais vulnerável a contrair a Síndrome Gripal são crianças, idosos, além de infectar mais facilmente mulheres grávidas ou que tiveram o bebê em pouco tempo. Pessoas que possuem o sistema imunológico comprometido ou que são portadores de doenças crônicas, e pessoas que tiveram contato direto, sem proteção de máscaras, com as pessoas que contraíram a gripe.

Cuidados: A transmissão pode ocorrer através das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, espirrar e tossir ou por meio das mãos (tocando boca, nariz e olhos) após contato com locais contaminados.

Os cuidados são os mesmos da Pandemia COVID-19: Procure lavar as mãos frequentemente (quando não for possível, use álcool gel); Utilize lenços descartáveis; Evite levar as mãos à boca, nariz e olhos; Mantenha ambientes ventilados; Evite locais com aglomeração de pessoas; Evite compartilhar objetos de uso pessoal como cuia e bomba de chimarrão, batom, talheres, copos, entre outros;

Em contato com menores de seis meses: lave as mãos antes de manusear o bebê, evite dar beijos, principalmente nas mãos, não faça visitas se você estiver doente ou contato com pessoas doentes, e o principal use máscara sempre e se vacine contra a COVID-19 e contra a Influenza.


Resumo Online

E-mail
Redação: [email protected]

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo