Cuiaba (MT), 28 de junho de 2022

Geral

OPERAÇÃO DESCOBRIMENTO 19/04/2022 09:38 FOLHA MAX

Ex-lobista do VLT é preso em SP envolvido em tráfico internacional

Rowles Magalhães Pereira da Silva teve bolsas de marca de grife apreendidas

O ex-lobista do VLT, Rowles Magalhães Pereira da Silva, acaba de ser preso em São Paulo. Ele é um dos alvos da Operação Descobrimento, deflagrada nesta terça-feira (19) para desbaratar um esquema de envio de drogas de Mato Grosso para Portugal.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Além de Rowles, a operação prendeu o ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgatto, que foi detido em Cuiabá. A investigação apura o envio de drogas para Portugal após a apreensão de 500 quilos da droga em um avião que tinha o ex-lobista como um dos sócios.

Na casa de Rowles Magalhães, em Cuiabá, foram apreendidas cédulas de dólar, euro, além de itens de luxo como bolsas e acessórios de marcas famosas, como Valentino, Prada, Louis Vuitton, Yves Saint Laurent e Chanel, além de relógios Rolex. As medidas judiciais foram expedidas pela 2ª Vara Federal de Salvador (BA) e pela Justiça de Portugal. Também foram decretadas medidas patrimoniais de apreensão, sequestro de imóveis e bloqueios de valores em contas bancárias usadas pelos investigados.

As investigações tiveram início em fevereiro de 2021, quando um jato executivo Dassault Falcon 900, pertencente a uma empresa portuguesa de táxi aéreo, pousou no aeroporto internacional de Salvador (BA) para abastecimento. Após ser inspecionado, foram encontrados cerca de 595 kg de cocaína escondidos na fuselagem da aeronave. A droga era transportada no avião de uma empresa privada ligada ao lobista, que ficou conhecido por denunciar um esquema de propinas nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Além de Rowles, também foi alvo da investigação o ex-secretário de Estado de Ciências e Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Seciteci), Nilton Borgatto (PSD), que foi preso em um prédio de luxo em Cuiabá. O ex-prefeito de Glória D’Oeste foi titular da pasta entre 2019 e março deste ano, quando deixou o cargo para ser candidato a deputado federal nas eleições de outubro.

Ao todo, a Operação Descobrimento cumpre 43 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva nos estados da Bahia, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Pernambuco. Em Portugal, com o acompanhamento de policiais federais, a polícia portuguesa cumpre três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva nas cidades do Porto e Braga.

A partir da apreensão feita em Salvador, a Polícia Federal conseguiu identificar a estrutura da organização criminosa atuante nos dois países, composta por fornecedores de cocaína, mecânicos de aviação e auxiliares (responsáveis pela abertura da fuselagem da aeronave para acondicionar o entorpecente), transportadores (responsáveis pelo voo) e doleiros (responsáveis pela movimentação financeira do grupo).

VLT

Rowles Magalhães já esteve envolvido em outro escândalo no Estado. Ele é apontado como o "lobista" que ajudou o Governo do Estado a "viabilizar" o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em Cuiabá e Várzea Grande. Ele ainda foi o responsável por "denunciar" as supostas fraudes nas obras do modal ao Portal UOL.

Com base nas informações de Rowles Magalhães, o site fez diversas reportagens denunciando esquemas na licitação e na execução das obras do modal. A informação consta do inquérito da Polícia Federal que serviu de base para a deflagração da "Operação Descarrilho", que investigout fraudes no processo de licitação para escolha da empresa que implantaria o VLT.


Resumo Online

E-mail
Redação: [email protected]

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo