Cuiaba (MT), 28 de junho de 2022

Saúde

PANDEMIA 13/04/2022 15:27 G1

OMS determina que pandemia de Covid-19 continua a ser emergência de saúde pública internacional

Decisão do diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, seguiu parecer de comitê de emergências da entidade.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) determinou, nesta quarta-feira (13), que a pandemia de Covid-19 continua a ser uma "Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional". Na prática, isso significa que a doença continua a ser uma pandemia.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

A decisão, do diretor-geral Tedros Adhanom Ghebreyesus, seguiu o parecer do comitê de emergências da entidade. O comitê reconheceu que o Sars-CoV-2, causador da Covid, continua a ter uma evolução "imprevisível, agravada pela sua ampla circulação e intensa transmissão em humanos" e em outras espécies.

Nesse contexto, os especialistas consideraram com preocupação o fato de que alguns países-membros relaxaram medidas de comportamento e saúde pública para diminuir a transmissão do vírus.

Além disso, considerou o comitê, o vírus continua a causar altos níveis de morbidade e mortalidade, particularmente entre populações vulneráveis.

 

Diretrizes

A OMS também emitiu uma nova recomendação temporária para países-membros – de fortalecer a resposta à pandemia de Covid-19, "atualizando os planos nacionais de preparação e resposta de acordo com as prioridades e cenários potenciais descritos no Plano Estratégico de Preparação e Resposta da OMS para 2022".

Outras diretrizes anteriores foram atualizadas, conforme a orientação do comitê. O órgão reforçou, por exemplo, o impacto negativo que os requisitos de vacinação de cada país pode ter sobre a entrada de viajantes internacionais em seus territórios. A OMS já havia se manifestado contra a comprovação de vacinação em viagens internacionais.

Já a meta de vacinar 70% das populações de todos os países do mundo até julho deste ano foi mantida. Até agora, 64 países já cumpriram a meta, segundo o monitoramento "Our World in Data", ligado à Universidade de Oxfordo Brasil está entre eles. Por outro lado, um levantamento divulgado nesta semana pela própria OMS apontou que 21 países não vacinaram nem sequer 10% de suas populações.


Resumo Online

E-mail
Redação: [email protected]

Telefones
(65) 3052-6030 / (65) 3052-6030

Todos os Direitos Reservados para Resumo Online

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo