14 de Abril de 2024

CIDADES Domingo, 31 de Março de 2024, 09:53 - A | A

Domingo, 31 de Março de 2024, 09h:53 - A | A

CONFERÊNCIA ESTADUAL

Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação discute desenvolvimento justo e sustentável

Unemat

Com o objetivo de promover discussões para a elaboração da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI), cerca de 200 participantes de diversas instituições estão reunidos na Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de MT. O evento acontece nesta terça e quarta-feira (26 e 27/03), no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag).

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

O encontro estadual antecede a 5ª Conferência Nacional (CNCTI), que ocorrerá no mês de junho, em Brasília. Nas etapas preparatórias, são construídos espaços de diálogo com especialistas para identificar a situação atual, recomendações e propostas a serem incluídas no documento final, que será encaminhado para a Conferência Nacional.

O tema geral da 5ª CNCTI é "Ciência, Tecnologia e Inovação para um Brasil justo, sustentável e desenvolvido". Na mesa de abertura, a reitora da Unemat, Vera Maquêa, lembrou que não se pode perder de vista o beneficiário final do desenvolvimento científico e tecnológico.

“Fazemos isso porque precisamos de um mundo melhor, de um mundo mais justo e sustentável”, disse durante entrevista.

Ela lembrou que a ONU definiu 17 objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS). “Eu quero aqui destacar dois deles: educação de qualidade para todos e igualdade de gênero. Não se faz uma sociedade justa e sustentável sem igualdade e equidade de gênero”.O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Allan Kardec, ressaltou que a ciência e o desenvolvimento tecnológico precisam contribuir com a redução das desigualdades sociais, e lançou uma provocação aos participantes da Conferência Estadual:

“O avanço tecnológico vai criar um abismo tão grande, que nós podemos ampliar ainda mais essa desigualdade. Qual é a solução para isso? Essa é uma pergunta que os senhores e senhoras vão ter que responder até amanhã, para que a gente possa levar essa proposta para a fase regional e a fase nacional”.

De acordo com Allan Kardec, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação representa uma das pastas mais estratégicas do estado, promovendo o diálogo entre desenvolvimento econômico, social e ambiental. A etapa estadual prevê um conjunto de discussões para a elaboração da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI), e ações a serem executadas até 2030.

As preparatórias estão sendo conduzidas abarcando os quatro eixos estratégicos de ação, propostos pelo MCTI: apoiar o sistema de ciência e tecnologia na área acadêmica; apoiar a inovação nas indústrias; definir áreas estratégicas como transição energética, transição digital, saúde, meio ambiente, clima e inteligência artificial; Ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento social. 

CONFERÊNCIA NACIONAL:

A 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (5ª CNCTI) acontecerá de 4 a 6 de junho, em Brasília (DF). Após 14 anos de intervalo, o MCTI vai reunir novamente sugestões da sociedade para elaborar a Estratégia Nacional de CT&I, para os próximos 10 anos.“Quais são as demandas que Mato Grosso vai apresentar para nós escrevermos a próxima Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação? A partir dela vamos fazer todo o planejamento de investimento em setores estratégicos do país”, explicou o físico Osvaldo Moraes, da Secretaria de Políticas e Programas Estratégicos, representando o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

REALIZAÇÃO:

A Conferência Estadual de CT&I é uma iniciativa do Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).O evento conta com apoio da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag), do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da Secretaria do Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), do SESI, do Senai, do Parque Tecnológico Mato Grosso e do  Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

Comente esta notícia

image